sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dependência

Não sei como cheguei ao estado em que estou, só sei o quanto mudei no caminho. Nunca pensei que eu fosse mudar por alguém, ou que fosse ao menos tentar. Sempre me julguei ser assim, sem vontade alguma de fazer isso por mim, quanto mais dirá pelos outros. Mas isso aconteceu bem depressa e sem a minha percepção. Bom, vou direto ao ponto: Eu sou totalmente dependente dele. Uma hora, um dia, uma semana, um mês; talvez? - Não importa quanto tempo ele fique longe, eu sempre sofro. Apesar dele não fazer isso intencionalmente (e eu saber), eu sofro muito. Fico sem graça, sem cor, sem vida. - Desnorteada.
E isso é tão pateta para mim! - Ainda mais assim, do nada.
Desde o começo ele se mostrou bem interessante, eu logo me encantei com sorriso dele e suas piadas bobas. Do encantamento para a paixonite, não demorou muito tempo. Do eu te amo para o eu não posso viver sem você, durou muito menos. E isso é tão constrangedor! Sempre critiquei as mulheres de coração mole que logo se deixavam levar por um cara estiloso. Mas sabe, esse não é o meu caso. - O meu é bem pior.
Ele não tem nada que interessaria a maioria das garotas, não é musculoso, nem muito social, não sai para balada e não pega geral. E isso foi o que fez ele dar um salto enorme do especial para o essencial.
Ele é tudo o que eu não queria. E hoje é o que mais preciso na vida.

Por que falar de você é sempre tão fácil?

6 comentários:

Fabi disse...

Sempre é assim, queremos os melhores homens do topo, mas aqueles que a gente sente uma quimica maior, não tem musculos,não é atraente, mas é inteligente...
ah, e faz falta mesmo, alguém taão especial assim.
amei seu blog.
http://algodecenteeinocente.blogspot.com/

giselaine alves ♫ disse...

amei o seu blog!

seguindo! :D

se quiser ver o meu: www.happinesshared.blogspot.com

@llacerdaa disse...

OI querida...qual blog antigo meu vc seguia? Já tive uns 5 rsrsrs Seja muito bem vinda no Bel.A.

Abraço

raah disse...

que bom que você se identificou com meu texto!
gostei daqui, e ja tô seguindo linda :D

beijão.

Caroline Sampaio disse...

Nova no seu blog!
E gostei muito!
To seguindo.
Ah se puder dá uma olhadinha tbm no meu
Beijo.

Matheus Porto disse...

Faz tempo que não passo no seu blog Nathalia.
Ótimo post.Prepotência nossa acharmos que somos vulneráveis há um grande amor.

Parabéns!
Abraços,
Matheus.