sábado, 5 de junho de 2010

Bagunça

- Ela parece distante... talvez seja porque está pensando em alguém.

- Em alguém do quadro?

- Não, um garoto com quem cruzou em algum lugar, e sentiu que eram parecidos.

- Em outros termos, prefere imaginar uma relação com alguém ausente que criar laços com os que estão presentes.

- Ao contrário, talvez tente arrumar a bagunça da vida dos outros.

- E ela? E a bagunça na vida dela? Quem vai pôr ordem?

(Do Filme - O Fabuloso Destino de Amélie Poulain).

8 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

Fernando Arataque disse...

Oii, adorei seu blog! =)
Tornei seu seguidor! ashuashuahusa
;)

Paty disse...

Adorei a 'estética' do blog, me identifiquei completamente com esse trecho do filme, e amei a citação à Voltaire na caixa de comentários.
Estou de seguindo, beijos!

Alice disse...

o filme é lindo. valeu pelo selo. *-*

beijo

Mayra Thaís disse...

muito bom o texto! indiquei seu blog no meu! :D

Winny Trindade disse...

Ah, eu sempre gostei muito desse filme.

Gostei daqui.

Abraço meu

Marcelli Neris disse...

Lindo tudo por aqui! *-*


Obrigada pelo selo querida :)

Gaby Soncini disse...

Que blog lindo *.*

Amo este filme, é tão lindo e encantador, e esse diálogo é maravilhoso.

Estou te seguindo.

Grande Beijo!